i. Somos todos feitos da mesma matéria, somos um prolongamento com diferença. Uma matéria primordial foi subdividida, mitose desenfreada. Caminhamos no mesmo ritmo, o mesmo estupor nos cobre.  Vejo só a pangéia humana. Como se atraem e se repelem, ainda que pensem ser autônomos. Não. São todos condicionados pelo fio que liga as células. Todo o rebanho é limitado no caminho do abate.

Intermezzo

Quatro cachorros ao redor do mendigo deitado sobre uma caixa de papelão. Sempre me foi um enigma a cumplicidade entre vira-latas humanos e caninos.

Sempre o medo. E a repulsa. O medo e a repulsa de um contato. Sempre um desvencilhar de ombros, uma rapidez espantosa, olhares furtivos que se abaixam quando se encontram. Vergonha de se pegarem olhando. E não sabem o que olham, olham por olhar.

Invento histórias para o senhor ao meu lado. Camisa branca mal passada, aliança antiga e apertada na mão esquerda: mulher morta. Carteira cheia de papéis no bolso da calça: contas pequenas e fotos dos filhos e netos. Desleixo, cheiro de suor, sapato engraxado porcamente: não há quem cuide dele. Sempre me pego fantasiando a solidão alheia.

O fio elétrico passa compassadamente no vão do teto solar. Sombras das árvores escurecidas em contraponto com a luminosidade artificial. O céu ainda não está de todo escuro. Há um ritmo na passagem das árvores.

ii. A infinitude de cada célula. A infinitude de células. Há sempre o excesso. Sempre a tentativa de se captar o excesso.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em júlia arantes

3 Respostas para “

  1. Você deveria escrever um dicionário.

  2. um excesso exige
    que eu lhe seja fiel
    e que eu não queime de uma só vez.

    (fiel ao excesso…)

    é como se eu esperasse algo se desdobrar
    sempre
    e cada coisa dita
    desdobrasse outra
    sempre

    que precisa de tempo
    para emergir

    Não sei ainda, portanto,
    O que espera por ser dito.

    Eu espero,

  3. Não sei se tem relação, mas me lembrou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s